Caso não visualize este Informativo, clique aqui.
Nº 103/2010 - São Paulo, 18/8/2010   

 

A Plastivida defende a coleta seletiva, a reciclagem mecânica e a Reciclagem Energética como solução integrada para a gestão de resíduos sólidos urbanos, principalmente pela importância das cooperativas que geram renda e inclusão social dos catadores, beneficiando a preservação ambiental.

Conforme preconizam as Políticas Nacional e Estadual de Resíduos Sólidos é fundamental que os municípios incrementem a coleta seletiva para possibilitar que a reciclagem mecânica cresça continuamente e assim possamos obter os benefícios ambientais e sociais decorrentes dessa iniciativa.

Por outro lado, é preciso que sejam instaladas unidades de Reciclagem Energética, pois esta tecnologia permite reduzir em até 90% o volume dos resíduos transformando-os em energia, solucionando a atual realidade dos lixões e aterros superlotados.

O processo de Reciclagem Energética é também uma solução para os restos de plásticos que por qualquer razão não possam ser reciclados por estarem sujos, engordurados, contaminados etc. A função desses resíduos no processo é fundamental, uma vez que 1 quilo de plástico produz a mesma energia que 1 litro de óleo combustível. Vamos valorizá-los!

Para melhor entendimento,  recomendamos que assistam a  matéria abaixo sobre o modelo de Reciclagem Energética adotado pelo Japão - edição da série especial sobre o lixo veiculada pela Rede Globo - Bom Dia Brasil.

http://www.youtube.com/watch?v=9YJ3rW6-ix8

 
2/8/2010:
Empresas consultam a Plastivida sobre o uso sustentável dos plásticos
7/7/2010:
Indústria de plásticos ganha financiamento
1/7/2010:
Higienize sua ecobag
18/6/2010:
Plastivida educa e diverte no mês do Meio Ambiente
 
Caso não queira mais receber qualquer outro comunicado da Plastivida, clique aqui.